Dicas para acampar

ESSAS SÃO DICAS PARA VOCÊ ACAMPAR BEM!

NO INVERNO OU NO VERÃO, COM CHUVA OU COM SOL !!

A barraca

As barracas tipo “Igloo de 3 ou 4 lugares”. São mais fáceis de carregar, de montar e cabem em qualquer lugar. Entre as barracas igloo, prefira sempre as barracas com costura selada e capa impermeabilizada, elas são a maior garantia contra as chuvas de verão. O sol também ajuda a deteriorar a barraca com o tempo, por isso é importante também que ela tenha proteção UV.

Uma barraca bem resistente, tem costura selada, capa impermeabilizada p/ coluna dágua de uns 2000mm e proteção UV 50.

Uma barraca com resistência mediana tem costura selada, capa impermeabilizada p/ coluna dágua de uns 1500mm e proteção UV 40.

Uma barraca com resistência leve tem costura selada, capa impermeabilizada p/ coluna dágua de uns 1200mm e proteção UV 30.

Já uma barraca SEM resistência não tem costura selada, não é impermeabilizada e não tem proteção UV.

Atualmente, uma boa opção de uma barraca tradicional e pequena, tipo igloo para 2 pessoas é a “T3” da Quechua ou a “super esquilo 3” da Trilhas & Rumos.

Montando a barraca

Tirantes, são aquelas cordinhas usadas pra esticar a barraca. Espeques, aqueles ganchos de metal usados pra fixar a barraca no gramado e onde também são amarrados os tirantes.
Procure não estender os tirantes mais que meio metro pra fora da barraca, isso evita que alguém tropece e até derrube ela. Prefira os tirantes de cor clara, branco ou amarelo limão, os tirantes escuros são pouco visíveis à noite, mesmo com luz. Para fixar bem a barraca, enfie os espeques no gramado em diagonal, formando um ângulo de 90 graus em relação ao tirante. Não use os pés para empurra-los, isso acaba entortando os espeques. É fácil por com as mãos, mas se tiver dificuldade, use um martelo de borracha.
É fácil montar uma barraca do tipo igloo, mas para aqueles que não querem ter nenhum trabalho na hora de montar sua barraca, existem as barracas automontáveis.

Uma boa opção desse modelo são as “2 seconds” da Quechua, marca representada no Brasil através das lojas “DECATHLON”.

Porém, “desmontar” esse tipo de barraca requer uma certa “manhã” e para quem nunca desmontou uma barraca dessas é bom “treinar” em casa para decorar os movimentos.

Veja no link abaixo:

Nunca se esqueça de manter o mosquiteiro da barraca sempre fechado. Se se ausentar do Camping também não esqueça de fechar a porta da capa.

Lonas plásticas

Caso sua barraca não tenha costura selada, uma forma de improvisar uma proteção contra chuva é utilizando lonas plásticas. Coloque a lona plástica por cima da barraca certificando-se que ela tenha tamanho suficiente para cobrir toda a barraca até o chão. Prenda a lona com espeques deixando um espaço entre a lona e a barraca para circulação de ar.

Evite colocar lonas plásticas por baixo da barraca, pois se chover a lona plástica pode reter água em baixo da barraca. Ponha as lonas por dentro e/ou por cima da barraca e deixe a drenagem do gramado funcionar.
Caso você queira mesmo colocar uma lona plástica por baixo da barraca, evite deixar sobras pra fora da área de cobertura da capa da barraca, isso diminui o risco de reter água.
Se precisar amarrar algum toldo ou lona, use as arvores e não nos postes das luminárias do Camping, eles não foram projetados para suportar esse tipo de pressão.

Colchões, colchonetes e infladores

Prefira os ” colchões de ar ” ao invés de colchonetes de espuma. Os colchões de ar mais modernos isolam a umidade do solo, são muito mais confortáveis e são mais fáceis de transportar quando desinflados. Atualmente, uma boa opção de colchão de ar é o ZENITE 2 da Nautika.

De preferência também aos colchões com inflador embutido ou pelo menos os infladores do tipo fole. Os sistemas de compressor elétrico, ligado ao acendedor de cigarros do carro são mais caros, barulhentos, descarregam a bateria e levam muito tempo para inflar o colchão, muitas vezes sem conseguirem infla-lo totalmente.

Alguns infladores “externos” costumam ser barulhentos, portanto certifique-se de que o colchão está devidamente cheio para não ter que enche-los durante o horário de silêncio (12:00h as 08:00h)

Evite os colchões de ar mais antigos, feitos de lona, que acabam retendo umidade tornando-se incômodos nos invernos mais rigorosos.

Sacos de dormir

O sacos de dormir são sempre uma melhor opção em relação a lençóis e cobertores. São mais leves, mantém melhor o calor do corpo, são fáceis de limpar e não retém umidade nos períodos de frio.
Evite portanto os sacos de dormir feitos de tecido e lona.

O que levar

Leve ” benjamim ” e/ou 2 extensões para bocal de lâmpada, ventilador e para um ” protector ” no caso de mosquitos. Lembre – se tudo 220V.

Não esqueça de levar protetor solar e repelente. Acondicione as sobras de comida em embalagem tipo ” tuperware “.

Não esqueça de levar sua caixa de gelo (geladeira). A cozinha coletiva do Camping não tem geladeira, ela é estruturada apenas para produzir e consumir alimentos, não para armazena-los.

Traga um tênis e meias extras que possam ser molhados, para fazer a trilha das cachoeiras.

O que não levar

Evite levar garrafas de vidro, mesmo descartáveis.

Equipamentos elétricos de alta amperagem ou de alto consumo de energia(watts)

Ex.Churrasqueira elétrica, microondas, etc.
Esses equipamentos se ligados na rede da área de barracas, derrubam os disjuntores e não funcionam.

Torradeiras, sanduicheiras podem ser utilizados nas tomadas da cozinha coletiva.

Secadores de cabelo podem ser usados apenas nas tomadas dos banheiros.

Fogos de artíficio são proibidos aqui no camping.
Instrumentos musicais (percussão) também não são permitidos.